O que me encanta na gestão de pessoas?

O que me encanta na gestão de pessoas?

Algumas vezes me deparo com uma frase, cujo autor desconheço, e que a essência diz mais ou menos para respeitar o outro e entendê-lo, uma vez que desconhecemos a “batalha” individual que ele está travando.

Formada em Recursos Humanos há mais de 10 anos, vi várias teorias aprendidas caírem por terra e muitas outras surgindo na área de gestão, porém o que não mudou até hoje e que acho que nunca vai mudar, é a necessidade e o apelo que o RH nos coloca, de manter o foco nas pessoas, no bem estar. Esta é a semente que o RH plantou na minha vida e que eu quero carregar para sempre.

Independentemente do nível hierárquico que as pessoas ocupam, todas querem atenção, reconhecimento, norte. Todas estão travando, já travaram e travarão batalhas ao longo da vida. Não há como separar o indivíduo “profissional” do “pessoal”. São as marcas deixadas pelas batalhas que formam os características que aquele indivíduo possui e cada um reage de uma forma. Uns passarão por dificuldades e sairão fortalecidos, outros se colocarão na posição de vítima e assim vai! Na vida corporativa, são eles dão vida à empresa, fazem a máquina girar! Aí está o grande desafio dos gestores – Entender a dinâmica individual, colocar no contexto coletivo da empresa e potencializar o que cada um tem de melhor. Isso me encanta em lidar com pessoas!

A troca de experiências, a possibilidade de transformar, de ensinar e de aprender constantemente. Infelizmente nos deparamos com muitas empresas e gestores numa corrente contrária, minando as potencialidades individuais, afogados em disputas de ego e em pesquisas de clima equivocas e tendenciosas. Profissionais cada vez mais focados em ter do que ser – colecionam diplomas e títulos, mas estão despreparados em relação à ética e às relações humanas. Não tenho bola de cristal para prever o futuro, mas não acredito que esse seja um caminho promissor. Quando você começa a enxergar o outro como um indivíduo capaz de transformar, é dado o primeiro passo. O final da caminhada pode ser brilhante!

 

Ataíze Salgado

Gerente operacional do Alameda Shopping